Como armazenar materiais corretamente em uma obra

201702130415270000004038
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Sabemos que o processo de reforma é sempre complexo, passando pelas fases de orçamentos, contratação de profissionais, compra fixadores, compras de materiais, e o armazenamento desses materiais.

É difícil organizar a bagunça de uma obra, mas para te dar uma mãozinha em pelo menos uma dessas fases vamos oferecer algumas dicas para armazenar os materiais de uma forma correta.

Para que dessa forma você possa evitar danos e desperdícios, além de aumentar produtividade da mão-de-obra e deixar de lado a desordem.

Areia

A areia, por ser um material maleável deve ser estocada no canteiro de obras, cercada por madeiras, de preferência em um local plano e com alguma cobertura de lona de plástico.

Cimento

Você precisa lembrar que o cimento é um material perecível, ou seja, com uma estocagem de 30 dias. Além disso tenha atenção ao fato que ele estraga se ficar em contato com umidade, portanto evite-a.

Outra dica que damos é forrar o lugar aonde vai colocar os sacos para evitar até mesmo a umidade do solo. Deixe-o em local fechado e seco, sem retirá-lo de sua embalagem.

A melhor forma de armazenar é em local seco, afastado da parede no mínimo 30 centímetros, e sobre estrados de madeira, empilhando no máximo 10 sacos.

É importante que ele fique conservado na sua embalagem fechada até a hora de ser usado.

Observação:

O pó do cimento faz mal para a saúde de pessoas ou animais, portanto não o deixei perto de quartos, canis, etc.

Tijolos e blocos

A dica inicial é logo para a hora de empilhar os tijolos, faça isso de forma a não ultrapassar 1,50 m de altura, e lembre-se que o material deve ser empilhado sobre um tablado de madeira.

Logo em seguida cubra os materiais com uma lona para proteger das condições climáticas, evitando o desgaste ou perda.

Cal

Sabemos que cal é um material perecível, portanto empilhe-o em local fechado, longe de umidade.

E assim como o cimento, é necessário evitar sua compra em grandes quantidades já que seu tempo de estocagem é de apenas 30 dias.

Barras de aço

Guarde as barras com o mesmo diâmetro juntas. Diferente de alguns materiais, as barras de aço podem ser armazenadas em locais abertos, se não ficarem expostas por mais de 90 dias.

Observação:De maneira alguma coloque-as em contato com a terra, para não afetar o material.

Tubos e conexões

Separe os tubos e conexões de acordo com cada tipo e evite deixá-los expostos ao sol.

Pedras

Guarde as pedras da mesma forma que indicamos para areia, cercado de madeira e em local plano, porém nesse caso não é necessária a cobertura com lonas de plástico.

Cabos, quadros de luz, tomadas e materiais elétricos em geral

Para esses materiais indicamos o armazenamento em local fechado (almoxarifado), separando-os por itens.

Telhas

Telhas de barro: devem ser armazenadas e empilhadas verticalmente e em terreno firme e plano, o mais próximo possível do local onde serão empregadas, para evitar quebras.

Telhas metálicas:devem ficar um pouco inclinadas para não acumular água.

Ambas devem ser cobertas com lonas.

Madeiras

Chapas compensadas:Cubra com saco plástico e não deixe em contato com o solo. Evite empilhar um grande número, pois o peso pode danificar o material.

Tábuas para piso:Devem ser guardadas sobre estrado de madeira.

Madeira para telhado: Cubra as vigas com plástico.

Vidro

O vidro de maneira alguma deve ser estocado. Ele deve ser usado assim que chegar à obra, fazendo parte da etapa de acabamento da obra.

Portas e janelas

Guarde a portas e janelas dentro da casa, sem retirar suas embalagens, colocando-as em posição horizontal.

Azulejo e piso cerâmico

Empilhe sem retirar as embalagens de papelão. Evitando sempre locais úmidos

E ai? gostou do nosso post? Então compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário

Preencha o formulário com seus dados. Campos com * são obrigatórios. *