Saiba como e quando utilizar uma furadeira para concreto

saiba-como-e-quando-utilizar-uma-furadeira-para-concreto.jpeg
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Existem vários tipos de furadeiras disponíveis no mercado. Cada uma delas apresenta características diferentes e, por isso, há modelos específicos para cada categoria de serviço. Assim, é importante pensar em questões pontuais, como o material a ser perfurado e o tamanho do furo, antes de selecionar a ferramenta a ser utilizada, principalmente se seu objetivo é perfurar superfícies mais difíceis, como as de concreto.

Para ajudar você nessa tarefa, separamos algumas informações sobre as principais características que devem ser avaliadas nessa ferramenta, bem como dicas específicas sobre a furadeira para concreto. Curioso para conhecer mais sobre o tema? Leia nossas dicas!

Potência

Se o objetivo é perfurar superfícies mais resistentes, o ideal é investir em ferramentas que tenham uma maior potência. Isso ajuda a preservar o equipamento e a aumentar sua durabilidade. Isso também facilita a realização do trabalho e economiza tempo e energia elétrica. Nesse caso, os modelos mais indicados são aqueles que têm potência acima de 700 watts.

Tipo de broca e mandril

A broca a ser utilizada também depende do material perfurado. Madeira, vidro, concreto e azulejo, por exemplo, pedem tamanhos e tipos diferentes do material. Assim, na hora de escolher a furadeira, é fundamental verificar que tipo de broca ela aceita. Para isso, basta conferir o tamanho do mandril — a peça na qual as brocas são encaixadas. Os modelos de 3/8 polegadas suportam peças de até 10mm, enquanto os de 1/2 polegada aceitam modelos de até 13mm.

Além disso, é necessário consultar uma loja especializada na hora de decidir qual produto comprar para perfurar diferentes tipos de materiais. A cerâmica, por exemplo, pede brocas de metal duro, enquanto o indicado para o metal são as peças de aço rápido. Já as brocas de aço cromo são indicadas para a madeira.

Impacto

As furadeiras de impacto simples são ideais para materiais como a alvenaria e o azulejo. As martelete, ao contrário, são indicadas para superfícies de maior impacto, como o concreto e o ferro. Nesse caso, além da rotação, a ferramenta também aplica “golpes” na área, o que facilita o trabalho nesse tipo de material mais pesado e ajuda na perfuração.

Material da superfície

Como já vimos nos tópicos anteriores, o tipo de superfície a ser perfurada determina vários fatores a serem considerados, como potência, mandril e impacto do equipamento. No caso do concreto, o ideal é utilizar uma ferramenta de alta potência e do tipo martelete.

Além disso, é importante saber como utilizar a furadeira de maneira adequada. Como o concreto é um material granular e abrasivo, é necessário usar brocas cujas pontas sejam de pastilha de metal duro. Dessa forma, a peça pulveriza gradualmente o material. Também é importante golpear levemente a superfície antes de começar a perfurá-la, de maneira a facilitar a adesão da broca.

Como visto, conhecer as características dos vários modelos de furadeira é fundamental antes de começar qualquer serviço. No caso do concreto, é importante investir em uma ferramenta voltada para a perfuração de materiais pesados. Do contrário, o equipamento pode se danificar durante a utilização.

Assim, para fazer serviços sem correr o risco de forçar o equipamento, o indicado é utilizar uma furadeira para concreto, a fim de fazer o trabalho com segurança e sem correr o risco de forçar demais a ferramenta ou quebrar a broca. Gostou das dicas? Acesse nosso site e fique por dentro de outras novidades!

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário

Preencha o formulário com seus dados. Campos com * são obrigatórios. *