Como detectar problemas em uma rede elétrica residencial?

como-detectar-problemas-em-uma-rede-eletrica-residencial.jpeg
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

A rede elétrica residencial pode apresentar vários problemas de diferentes níveis de complexidade. É relativamente comum haver queda de energia, curto-circuito ou fuga de corrente nas casas dos clientes. Por isso, um bom profissional precisa estar preparado para identificar e resolver esses contratempos de maneira segura.

Neste artigo, mostramos para você como detectar cada um desses principais problemas que podem acometer a rede elétrica e como resolvê-los. Quer compreender o tema de maneira simples e direta? Acompanhe as dicas a seguir e veja como proceder em cada caso.

Queda de energia

A falta de luz pode acontecer devido a erros internos da própria residência. Para se certificar de que a questão não é mais ampla, observe se há luz nas casas vizinhas. Caso a queda de energia ocorra em apenas um local, pode ser que o fato esteja relacionado a defeitos na instalação elétrica e não tenha nada a ver com a concessionária de luz.

Nesse cenário, o recomendado é observar o projeto de distribuição de energia. Planos antigos, que não comportam a quantidade de aparelhos diariamente utilizados, são a causa mais comum do problema. Assim, quando equipamentos que precisam de muita carga são ligados, o blackout acontece.

O ideal, nesses casos, é montar um novo projeto de luz. Isso evita apagões e possíveis danos a aparelhos e ferramentas, minimiza o risco de acidentes e diminui a quantidade de energia gasta. Por isso, é também uma medida que traz economia e segurança em longo prazo aos moradores.

Curto-circuito

Pode gerar incêndios nas residências. Acontece quando a passagem de corrente elétrica está acima do normal em um circuito, o que pode acarretar um superaquecimento dos condutores, a queima de aparelhos e a produção de chamas. Para identificar o fenômeno, fique atento a sinais como cheiro de queimado, lâmpadas ou fusíveis que se danificam com frequência, desarmamento constante do disjuntor ou interrupção de energia em partes da casa.

É importante fazer a manutenção da rede e investir em um bom projeto elétrico para evitar o problema. Também é preciso pensar na qualidade dos disjuntores e fusíveis utilizados, além de evitar picos de energia por meio da boa distribuição das fases da rede. Outra orientação é evitar a instalação de muitos aparelhos em um mesmo adaptador, trocar fios desencapados e sugerir a proteção das tomadas, principalmente em casas com crianças e animais.

Fuga de corrente

Problemas no isolamento das fiações podem gerar a fuga de corrente, que é uma espécie de “vazamento” de energia. Fios desencapados ou o excesso de aparelhos em um mesmo adaptador podem causar esse desperdício, bem como eletrodomésticos com defeito. Assim, mesmo com hábitos econômicos, pode haver um alto gasto de energia, já que parte dela é dissipada.

Para identificar o problema, recomenda-se desligar todas as luzes e os aparelhos da casa e conferir se o medidor continua girando. Em caso positivo, é preciso descobrir se o problema é nesse equipamento ou na instalação elétrica.

Se após desligar a chave geral, o medidor parar de girar, então é necessário buscar o problema na instalação. Ao mesmo tempo, é indicado conferir alguns eletrodomésticos individualmente, como a geladeira e a máquina de lavar, e identificar fios desencapados e adaptadores sobrecarregados.

Fazer a manutenção adequada da rede elétrica residencial é fundamental para garantir a segurança das pessoas, o pleno funcionamento dos eletrodomésticos e o uso consciente e sustentável de energia. Por isso, saber como lidar com problemas relativamente comuns, como queda de energia, curto-circuito e fuga de corrente, é de grande importância no dia a dia do prestador de serviço desse segmento.

Assim, convença seu cliente sobre a importância da contínua manutenção da instalação elétrica e curta nossa página no Facebook para mais informações!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário

Preencha o formulário com seus dados. Campos com * são obrigatórios. *