Como reduzir os custos de uma marcenaria

marcenaria
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Você tem marcenaria a algum tempo e não consegue enxergar o momento onde os lucros aumentam, só vê gastos e mais gastos?

Essa pode ser uma situação comum, não somente para marcenarias, mas para qualquer negócio.

Esse post pode te ajudar bastante: vamos mostrar que com pequenas mudanças é possível reduzir os custos de uma marcenaria e conseguir ver mais ganhos do que gastos.

Confira abaixo:

Atenção com a parte administrativa

O ponto de partida para “arrumar a casa” é organizar tudo em um sistema de gestão, ou se não tiver ainda nenhum implementado, basta usar as tradicionais  planilhas.

Essa planilha deve ter todos os gastos da sua marcenaria, materiais comprados, pagamento dos funcionários, despesas do imóvel, como água e luz, compras de supermercado, e também todos os recebimentos de clientes, com os respectivos valores e datas, enfim, todo e qualquer gasto.

Só aquilo que pode ser medido pode ser gerenciado. Dessa forma, a partir dessa organização é possível realizar uma análise geral e perceber o que pode ser eliminado, ou até mesmo conseguir planejar melhor os gastos, negociar melhores preços com fornecedores, organizar as datas de pagamento e até prever as despesas futuras, no caso de compras ou pagamentos parcelados.

Gastos

Antes de iniciarmos as dicas desse tema, vamos te fazer algumas perguntas: quando foi a última vez que você parou para analisar seus gastos? Qual a porcentagem de aumento nos últimos meses? O que você pode fazer para melhorar esse cenário?

Pois é, acreditamos que a maioria das respostas para essa pergunta é “não consigo ter tempo para analisar isso tudo”. E nós sabemos e entendemos perfeitamente a situação.

Mas a gente só consegue pensar em uma solução se estiver enxergando o problema, certo?

Então como primeiro passo vamos te dar uma dica de ouro para economizar em uma das contas, a de luz.

As lâmpadas de LED e fluorescentes consomem muito menos energia do que as convencionais, você sabia?

Além disso, geralmente saímos e deixamos os monitores e outros elétricos ligados ou conectados, então a dica que damos é ter muita atenção ao encerrar o expediente, verificando se não nada ainda está conectado.

Essa é apenas uma das boas práticas para reduzir os custos da sua marcenaria.

Manutenção em dia

Manutenção te remete à gastos? Se você tem esse pensamento já passou da hora de rever esse conceito. Manutenção é o oposto disso, é o cuidado que suas máquinas e ferramentas precisam para ter uma vida útil mais longa, evitando danos e a troca deles, que com certeza teriam um gasto bem maior.

Além de evitar o gasto direto, como a compra de outro, você terá prejuízo com o tempo sem produzir, até a chegada do novo equipamento ou material, no caso de não ter outro igual disponível na marcenaria.

Equipe preparada

De todas essas estratégias que citamos para reduzir os custos de uma marcenaria, nenhuma delas terá efeito positivo se sua equipe não estiver preparada, se não houver uma reunião de alinhamento sobre o assunto em questão.

Como sugestão, você pode criar bonificações se houver uma colaboração exemplar da parte deles, enfim, algo que dê um estímulo a mais para ter atenção redobrada com o assunto “gastos”.

Se esse conteúdo fez sentido para você e pode agregar no seu dia a dia como proprietário de uma marcenaria, não deixe de compartilhar com seus amigos e colegas do segmento de prestação de serviços.

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário

Preencha o formulário com seus dados. Campos com * são obrigatórios. *