Reparos prediais: quais são os mais comuns?

reparos-prediais-quais-sao-os-mais-comuns.jpeg
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Para uma boa conservação dos imóveis, deve-se tomar muito cuidado com as manutenções e reformas prediais. Isso porque a falta delas pode trazer graves complicações para a edificação, além de sua desvalorização.

Por isso, identificar problemas e corrigi-los é uma forma de cuidar da propriedade, além de garantir qualidade de vida e segurança aos moradores.

Para entender quais os principais tipos de reparos prediais e porque eles devem ser feitos regularmente, acompanhe este artigo!

Entenda o que é manutenção predial

Cuidar de um prédio não é uma tarefa simples, é necessário fazer um planejamento de manutenção preventiva, além de reservar parte do orçamento para essa finalidade.

Muitas vezes, por falta de dinheiro no condomínio, essa manutenção não é feita. Isso traz inúmeros problemas que precisam ser corrigidos com urgência, por exemplo, quando quebra uma bomba de água ou as pastilhas da fachada se descolam.

Saiba quais os tipos de reparos prediais mais comuns

Rede hidráulica

Os principais defeitos no encanamento são: entupimentos, infiltrações e problemas com a pressão da água. Esses contratempos são muito comuns em condomínios, principalmente, nos mais antigos.

A rede vertical é o encanamento existente antes do medidor de consumo e é de responsabilidade do condomínio. Já nas tubulações horizontais, ou ramais, quem paga pela manutenção é o proprietário.

Vale lembrar que, se o seu encanamento estiver com vazamento e prejudicar o imóvel do andar abaixo ao seu, você deve arcar com o conserto e os custos de possíveis danos no apartamento do vizinho.

Rede elétrica

Já no setor elétrico, é muito comum aparecerem problemas com as fiações, lâmpadas queimadas, troca de disjuntores etc.

As instalações elétricas também são motivos de discórdia nos condomínios, afinal, muitos moradores acham que quando ocorre algum defeito em uma tomada ou chuveiro devem chamar o zelador.

Assim como o encanamento, a rede elétrica dentro do apartamento é de responsabilidade do morador, claro que existem condomínios onde o zelador presta esse serviço, mas isso é apenas uma cordialidade.

Varandas ou sacadas

Os reparos feitos, tanto no teto quanto no piso, são de responsabilidade do proprietário, assim como se houver um defeito no encanamento horizontal.

Manutenções na parede da sacada também é obrigação dos condôminos, isso porque hoje, com a possibilidade de fechamento da varanda com vidros, muitos proprietários colocam revestimentos que alteram a característica original da fachada externa. Já em alguns prédios mais antigos, é proibido mudar a cor e até colocar vidros.

Janelas

Os reparos nas janelas são de responsabilidade dos condôminos. Muitas vezes podem ocorrer infiltrações por desgaste natural das janelas e falta de manutenção. Por isso, é importante periodicamente verificar as borrachas, silicones e demais componentes da janela.

Sistema de Segurança

No que se refere a proteção do prédio, a atenção deve ser com as câmeras, cercas elétricas e portões de acesso.

Outros itens que também são muito importantes e sempre devem ser verificados são:

  • extintores e hidrantes;
  • elevadores;
  • instalações de gás;
  • limpeza de ar-condicionado;
  • manutenções em para-raios;
  • cuidados com o jardim;
  • limpeza de caixa d’água.

Entenda quais despesas o inquilino deve pagar

Tão importante quanto fazer reparos e manutenções, é saber de quem é a responsabilidade por cada uma delas. Isso porque muitas vezes, ninguém quer pagar a conta do reparo e a briga vai parar na justiça.

Vale lembrar que, no caso de inquilinos, para as manutenções dentro do apartamento apenas as mais simples devem ser feitas por eles, como lâmpadas e chuveiros queimados ou alguma coisa que eventualmente tenha sido danificada por mau uso. Já reformas estruturais ficam por conta do proprietário.

Na cota condominial, os inquilinos pagam as despesas ordinárias, que são os gastos para o funcionamento e manutenção do prédio. Já gastos extraordinários, que são as despesas como rateio para reformas, quem paga é o proprietário.

Gostou do nosso artigo sobre reparos prediais? Então deixe um comentário aqui e conte-nos quais os problemas mais comuns no seu condomínio.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário

Preencha o formulário com seus dados. Campos com * são obrigatórios. *