Reutilização de água na Construção Civil

img_post_rumo
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Todo mundo sabe que a Construção Civil utiliza muitos recursos em seus projetos, sejam eles os materiais de construção comuns que já conhecemos e também a água, que é um recurso fundamental para qualquer obra.

No entanto, pouca gente sabe que a construção civil também pode colaborar com o meio ambiente, através de medidas para redução do desperdício e utilização de fontes alternativas de água nas edificações.

Medidas estas podem resultar em uma economia de água de até 40% – sabia disso?

Em uma residência familiar, o consumo de água acontece na seguinte proporção:

Chuveiro – 55%
Pia – 18%
Lavadora de roupas – 11%
Lavatório – 8%
Bacia Sanitária – 5%
Tanque – 3%

Sabendo dessas porcentagens, as soluções técnicas para evitar desperdício e vazamentos nas construções são:

  • Bacias sanitárias de volume reduzido de descarga;
  • Chuveiros e lavatórios de volumes fixos de descarga;
  • Hidrômetros individuais;
  • Torneiras com arejadores.

Com relação do uso de fontes alternativas, as ações incluem a captação, armazenamento e reuso da água das chuvas e das águas cinzas (ou servidas).

Lembrando sempre que esses sistemas devem ser feitos independentemente dos outros sistemas hidráulicos da edificação.

Em construções existentes, é necessário que uma empresa de engenharia faça um diagnóstico da situação. O primeiro passo é a manutenção corretiva do sistema hidráulico que já existe.

Em novas construções, as ações para o racional da água devem estar envolvidas com os projetos de arquitetura, estrutura, ar-condicionado, paisagismo, etc.

Reutilização da água da chuva

Para ser feito o reúso, a água precisa ser captada na cobertura das edificações e encaminhada a uma cisterna ou tanque.

Para que assim possa ser utilizada em atividades como lavagem de vidros, calçadas, pisos, veículos e irrigação de áreas verdes.

Antes desse processo acontecer, é recomendado descartar 2 mm da primeira água que cair (first flush). Pois grande parte das impurezas e contaminações da água acontecem nos primeiros minutos de chuva em zonas urbanas.

Esse processo pode ser realizado por meio de um separador de fluxo.

Para a limpeza e desinfecção do reservatório é recomendado o uso de hipoclorito de sódio, pelo menos uma vez por ano, segundo a prescrição da ABNT NBR 5626:1998.

Reutilização das águas cinzas

Antes de mais nada vamos explicar brevemente para aqueles que não estão familiarizados com o termo, o que significa “água cinza”. As águas cinzas são aquelas que foram utilizadas em tanques, pias, máquinas de lavar, chuveiros, entre outros.

Para que a reutilização possa acontecer a água deve ser captada e direcionada por meio de encanamento próprio e levada a reservatórios específicos para abastecer as descargas de vasos sanitários.

Esse reaproveitamento das águas cinzas para utilização nas descargas sanitárias pode diminuir de 30 a 50% o consumo de água potável.

Para evitar contaminações de diversos tipos, o sistema hidráulico destinado ao tratamento e distribuição de água de reúso da água cinza deve estar totalmente separado do sistema hidráulico de água potável.

Em residências, o tratamento mais indicado é o físico-químico.

O reúso da água na construção civil pode diminuir muito o consumo de água potável e além disso, preserva a geração de esgoto. Essa atitude beneficiará muito nossa qualidade de vida e também das gerações futuras.

E aí, gostou do post? Compartilhe em suas redes sociais!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário

Preencha o formulário com seus dados. Campos com * são obrigatórios. *