Quais são os tipos de suspensões e para que servem

Quais são os tipos de suspensões e para que servem
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Mais uma vez viemos para esclarecer algumas dúvidas sobre o mundo das auto-peças, e nesse momento o tema que vamos conversar é: suspensão.

Vamos explicar quais os tipos de suspensões existentes, as vantagens e desvantagens de cada uma delas e também sobre as principais características.

Antes de mais nada, vamos do início: a função da suspensão de carro é diminuir o atrito entre os pneus e o chão. E a partir disso proporcionar estabilidade e controle na direção e garantir o conforto dos passageiros.

E isso acontece a partir de forças que agem sobre um carro em movimento, ela é chamado de dinâmica veicular.

Basicamente o que você precisa saber é que a suspensão do carro nada mais é do que parte do chassi. Que abrange todos os importantes sistemas na parte inferior do carro.

Dito isso vamos aos tipos de suspensões:

Fixa

A suspensão fixa é ideal para carros que participam de corridas em solos específicos, a suspensão fixa pode ser uma boa opção, desenvolvida exatamente na altura e tipo de solo que o veículo enfrentará, amenizando os impactos, dando mais estabilidade nas curvas e firmando o carro com mais segurança nos momentos e freio e largada.

Ar

A suspensão a ar, é uma das melhores opções para regulagem de altura do carro, não é a toa que vem se popularizando no Brasil, e o motivo disso é que o ajuste pode ser feito por controle remoto, ou seja, é possível subir ou descer do veículo a qualquer momento em poucos segundos.

Porém, como na suspensão fixa, é preciso preparar os amortecedores de acordo com os tipos de solos que ele será exposto.

Rosca

A diferença da suspensão de rosca é que ela pode ser utilizada em todos os solos, seja na rua ou nos autódromos, com ela é possível realizar ajuste da altura de uma forma manual para cada situação.

Curiosidades:

Qual é a vida útil dos amortecedores?

A vida útil dos amortecedores é de cada 40 000 km. Porém isso dependendo das condições de uso do automóvel.

É possível perceber o vazamentos de óleo quando chega a hora de serem trocados, outros “sintomas” que aparecem também são, empenamento das hastes e ruídos que acontecem quando as buchas de fixação estão desgastadas.

É importante que todos entendam que os amortecedores com vida útil comprometida podem causar danos perigosíssimos a todos que utilizam o veículo.

A falta de amortecedor ou o uso dele desgastado pode levar o carro a perder estabilidade em curvas quando estão em pistas ruins.

Além disso também podem balançar excessivamente após as freadas e arrancadas, vibrar, fazer ruídos na suspensão, aumentar o desgaste dos outros componentes da suspensão, desgastar os pneus e com a junção disso tudo um acidente grave pode acontecer.

Esse é um assunto que deve ser levado sério. Então fique sempre atento a quilometragem do seu veículo para que tudo ocorra sempre bem.
Esperamos com esse conteúdo ter esclarecido todas suas dúvidas sobre suspensões, os modelos ideais para cada caso, a importância da manutenção e como isso ajuda seu veículo a se manter sempre seguro.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário

Preencha o formulário com seus dados. Campos com * são obrigatórios. *