Veja quais são os principais tipos de lixas e onde usar

veja-quais-sao-os-principais-tipos-de-lixas-e-onde-usar.jpeg
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Lixas são utilizadas para diversos tipos de serviços, pois eliminam desníveis e desigualdades nas superfícies de materiais, fornecendo um aspecto uniforme a eles — com brilho e sem imperfeições.

Também são usadas para nivelamento, polimento, correções e uniformização de superfícies para pintura.

Porém, para cada função, existem tipos de lixas adequados, possibilitando que, dessa maneira, o serviço possa ter o melhor resultado possível.

Quer conhecer os tipos de lixas? Então vamos lá!

Quais são os principais tipos de lixas?

Antes de citar os tipos de lixas, é importante ressaltar que elas são ferramentas essenciais em uma obra.

Além disso, para entender como são elas são usadas, é necessário saber que esses produtos possuem granulações diferentes, de acordo com sua função — oscilam entre 36 e 600.

Esse valor varia da seguinte maneira: quanto menor for o número, mais grossa será a lixa.

Dito isso, vamos lá!

1. Lixa d’água

São as lixas que possuem granulação entre 80 e 200. Seu uso é feito com algum solvente, como querosene, água, gasolina e outros líquidos.

Assim, sua funcionalidade só é completa quando usada em combinação com o líquido para fazer a limpeza — o próprio solvente vai retirando as impurezas do objeto lixado.

As lixas d’água são indicadas para pinturas novas, lixamento de resina e gesso. São utilizadas ainda por funileiros em massa plástica.

2. Lixa de madeira

A granulação das lixas de madeira varia de 36 a 320. Possuem um uso mais restrito, pois são aplicadas somente em madeiras, como portas, janelas e móveis em geral.

As lixas de granulações entre 100 e 220, por exemplo, são aplicadas para remover contaminantes e farpas de pinturas novas. Podem ser usadas ainda para envernizamentos novos.

3. Lixa de ferro

Esse tipo de lixa possui granulação que varia de 36 a 220, sendo usada somente em superfícies metálicas, como janelas e portões. Não pode ser aplicada em superfícies molhadas, pois o procedimento será mal sucedido.

As lixas de ferro são usadas na preparação de metais ferrosos, para que ele esteja apto a receber o fundo. Além disso, é indicada para remover carepa de laminação e ferrugem.

4. Lixas de massa

São produtos que possuem granulação entre 60 e 220. São ideais para fazer o lixamento de argamassas, rebocos, gesso e massa corrida.

As lixas de massa são usadas para preparar paredes, fornecendo um acabamento ideal para receber a tinta e garantir o sucesso do serviço.

Por que usar as lixas?

O lixamento é um procedimento realizado com o intuito de remover uma quantidade de material, obtendo assim uma superfície adequada para a próxima operação.

Pode ser uma operação de acabamento, em que a superfície já está pronta, pintada ou envernizada, e o lixamento é realizado para retirar o brilho e permitir uma aderência adequada para a próxima demão de tinta.

Para que a superfície tenha um bom acabamento, é recomendado que se comece o procedimento da lixa mais grossa para a mais fina.

Também pode ser realizado o lixamento superficial, que é uma atividade que regulariza a superfície de algum material.

Já o lixamento de desbaste, ou pré-lixamento, é um procedimento que se destina a retirar uma quantidade considerável de determinado material, eliminando assim os defeitos de usinagem, como marcas e ondulações.

Percebeu como é importante conhecer os tipos de lixas? Dessa maneira, é possível usar esse produto corretamente nos procedimentos, garantindo a qualidade desses!

Agora que você já sabe qual a função de cada tipo de lixa, que tal conhecer alguns dos nossos produtos? Não perca mais tempo!

O kit ideal de fixadores para prestadores de serviços (1)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Deixe seu comentário

Preencha o formulário com seus dados. Campos com * são obrigatórios. *